Religiosa de Lisboa a um passo da beatificação

O milagre atribuído à intercessão da irmã Maria Clara do Menino Jesus, natural da Amadora, foi reconhecido esta semana pelo Vaticano e torna, assim, mais próxima a beatificação da fundadora das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição (CONFHIC).
Em comunicado enviado à VOZ DA VERDADE as irmãs da CONFHIC informam que, reunidos em sessão ordinária na passada terça feira, 7 de Dezembro, os Cardeais e Bispos da Congregação para a Causa dos Santos emitiram parecer positivo sobre a cura repentina de pioderma gangrenoso de Giorgina Troncoso Monteagudo, uma cidadã espanhola que desde há 34 anos padecia desta doença.
O reconhecimento do milagre abre, assim, as portas para a celebração de beatificação que, a ser seguido o ritmo implementado pelo Papa Bento XVI, poderá ocorrer em meados do próximo ano na Diocese de Lisboa. Aguarda-se, agora, a decisão definitiva de Bento XVI através da publicação do Decreto de aprovação do milagre.
A irmã Maria Clara do Menino Jesus, habitualmente conhecida por Mãe Clara, nasceu a 15 de Junho de 1843 e faleceu a 1 de Dezembro de 1899, na Amadora. Segundos as religiosas, a fundadora das CONFHIC era “mulher de coração sensível e sem fronteiras”, destacando-se por uma “vida dedicada ao acolhimento e cuidado dos mais necessitados”. Apesar do clima social e político da época (século XIX), a irmã Maria Clara “não se poupou a esforços na prática de obras de misericórdia”, abrindo missões em Angola, Índia, Guiné e Cabo Verde.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s