O PRIMEIRO LUGAR

Reflexão à Liturgia da Palavra do XXII Domingo do Tempo Comum, Ano C

O Homem voltou a ser a medida de todas as coisas. A vida de hoje é corrida louca às alturas do poder e do dinheiro, ultrapassando leis e pessoas a qualquer preço. No banquete das criaturas, os homens “comem-se uns aos outros”. À religião do Deus vivo sucedeu o culto ao homem.

Ben Sirá 3, 19-21.30-31, aparecece-nos na primeira leitura deste Domingo, louvando a nossa humildade que nos torna agradáveis a Deus.

O Salmo 67 (68), 4-7ab.10-11, que a liturgia propõe como Salmo Reponsorial, canta a bondade de Deus que cuida de todas as pessoas.

A Carta aos Hebreus 12, 18-19.22-24a, surge-nos como segunda leitura, lembrando-nos as maravilhas da nossa fé cristã, que nos introduz numa realidade maravilhosa, tornando-nos filhos de Deus.

Jesus Cristo, no Evangelho deste Domingo segundo S. Lucas 14, 1.7-14, anima-nos a viver a humildade na vida de cada dia, sendo generosos com todos, sobretudo para com os mais pobres.

“Não tomes o primeiro lugar” – acoselha Jesus no Evangelho. O crescimento do Reino funda-se na humildade.. Por isso Jesus Cristo se humilhou, tomando a forma de servo e aceitando a infâmia da cruz. Humildade não é diminuição da pessoa, negação de valores reais. Não significa timidez, medo de ser aquilo que sou. Humildade não se confunde com fuga de responsabilidades, deixando a outros a coragem de decidir ou a força de lutar. A humildade que Jesus Cristo nos ensinou é o pequeno atalho que encurta distâncias e recupera todos os passos perdidos. O que perdeste em amor generoso, recupera-o pela humildade.

A humildade é a virtude que nos torna conscientes da verdade do nosso ser de filhos e filhas de Deus. A pessoa humilde reconhece em tudo o que temos e somos, a dádiva do Pai. Por isso, a humildade é a verdade. Nela se revela a transparência da pessoa, a consciência da sua grandeza e limites. Proclama a audácia de pessoas livres, que não dobram os joelhos diante de ilusões, fantasias ou fantasmas. Os humildes são os fortes, porque na sua fraqueza o Todo-Poderoso faz maravilhas. Aos humildes ninguém resiste. Todos se dobram perante a força invencível do seu despojo e desprendimento. “Felizes os humildes, porque possuirão a terra”.

“Vai para o último” – refere o Evangelho. O último lugar é o compêndio da sabedoria, a verdade da vida, o segredo que nos engrandece. Foi o lugar de Jesus Cristo, o meu lugar próprio e natural. Se o guardar como um tesouro hei-de ser grande e crescer. O pecado da pessoa consiste em deixar o seu lugar e querer ser como Deus. Ser o que sou pela graça de Deus, é para mim o primeiro lugar. Não é o lugar que eleva o homem, mas o homem que eleva o lugar. Deus não quer que eu seja o último, mas mostra-me o caminho para ser o primeiro. Humildade e exaltação, o primeiro lugar e o último confundem-se na essência, encontram-se no mesmo acto. 

”O que se humilha será elevado” – lembra o Evangelho. Anda o mundo em confusão, critérios e valores à deriva. A pessoa perdeu o sentido de si mesma, correndo atrás de miragens e sonhos vãos. Quem será o primeiro? Qual o caminho? A resposta e solução está na humildade que eleva. Pela humildade esvaziamo-nos de orgulhos e grandezas que tiram o lugaraos dons da graça e varremos a casa de todo o lixo, que impede de encontrar a moeda perdida. No coração humilde esconde-se a força redentora da cruz de Jesus Cristo que eleva e exalta.

O Reino dos Céus assemelha-se a um banquete; a veste requerida é a pobreza e a humildade. Passa o Senhor entre os convivas a pôr a verdade no seu lugar. “Amigo chega-te mais para cima”. Jesus convida-nos è generosidade abnegada, a abrir o caminho para uma alegria muito maior; alegria de fazer parte do próprio amor de Deus que nos espera no banquete celestial.

Que a Virgem Maria, “humilde e elevada mais que uma criatura” (Dante, Paraíso, XXXIII,2) nos ajude a reconhecer-nos como somos, isto é, pequenos; e alegrar-nos em dar sem nada esperar em troca.

Diácono António Figueiredo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s