Salvador, o “alergias”

Silvia Marques criou a associação “O Alergias” com o objetivo de dar voz a todos os pais que passam por situações semelhantes

artigo preparado por
Ana Serra

Hoje em dia podemos dizer que é pouco comum ser multialérgico e consequentemente a sociedade ainda não está preparada para lidar com esses casos.
Salvador com apenas 3 anos é multialérgico, sendo alérgico à proteína do leite de vaca, ao trigo, ovo, soja, aveia, banana, citrinos, frutos de casca rija e frutos vermelhos, como os morangos e amoras.O dia a dia desta criança é complicado pela facilidade que esta tem em sofrer choques anafiláticos (uma reação alérgica grave que pode provocar a morte) por ingestão destes alimentos mas também por contacto ou mesmo inalação. Quando salvador era bebé deixou de respirar depois da irmã lhe ter dado um beijo na cara após ter comido um iogurte, e como este já houve mais episódios de pânico para os pais.
Devido a esta condição do Salvador, Silvia Marques, a mãe, teve de ficar em casa para poder cuidar dele porque a grande maioria das escolas ainda não estão preparadas para lidar com esta realidade.
Este facto faz com que Salvador apenas possa beber um tipo especifico de leite que custa 40 euros por lata e que dura cerca de 3 dias. Estes pais gastam cerca de 700 euros mensais com Salvador, 400 dos quais são gastos apenas em latas de leite.
Assim, em 2018 Silvia Marques criou a associação O Alergias com o objetivo de dar voz a todos os pais que passam por situações semelhantes a esta e para lutar contra a falta de apoios que existe.
Foi após a ida desta família ao Programa da Cristina que este caso ganhou mais visibilidade e assim dia 1 de setembro o leite destinado ás crianças com APLV (alergias às proteínas do leite de vaca) passa a ser comparticipado a 100%. Esta mudança vai fazer muita diferença no caso da família de Salvador mas também de muitos outras que passam pelo mesmo.

Uma pequena reportagem pode ser vista aqui:
https://videos.sapo.pt/chS5TElkh7HRSYOCsBpC?jwsource=cl

SUGESTÃO:
Esta semana procuremos dar mais valor aquilo que temos, e rezar por todas as famílias que passam por este tipo de situações para que tenham sempre resiliência, força, coragem e que não desistam. Acima de tudo sejamos solidários uns com os outros.

Ana Serra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s